Apigenina: saiba o que é e porque você deve passar a consumi-la

Nos últimos anos, uma série de pesquisas e estudos foram realizados para comprovar os benefícios da apigenina, um flavonoide encontrado na salsa, no tomilho e na camomila, por exemplo, com fortes efeitos neurológicos e excelentes propriedades antioxidantes e anticancerígenas.

Um desses estudos, realizado por pesquisadores das universidades federais do Rio de Janeiro e da Bahia, mostrou que a substância possui efeitos positivos sobre a memória e o aprendizado, além de proteger e fortalecer as conexões cerebrais, chamadas sinapses. Segundo os especialistas, quanto mais intensas são as sinapses formadas pelos nossos neurônios, mais fácil é memorizar informações e recordá-las depois.

Outros experimentos já tinham mostrado que a suplementação com apigenina consegue atrasar o início das desordens neurodegenerativas, tais como a doença de Alzheimer e de Parkinson, e de alguns distúrbios psiquiátricos, incluindo esquizofrenia e depressão. Além disso, a substância também possui efeito ansiolítico, pois modula os receptores de GABA (o neurotransmissor responsável por, entre outras coisas, controlar a ansiedade) no cérebro.

Apigenina e o câncer
Outro uso muito comentado da apigenina diz respeito à sua ação nos fatores de crescimento e desenvolvimento de tumores. Muitos estudos clínicos foram realizados nessa área, quase sempre com resultados estatisticamente significativos, o que faz da substância um complemento ideal para os tratamentos convencionais da doença, como a quimioterapia ou a radioterapia, por exemplo.

Uma pesquisa realizada pela Universidade do Estado de Ohio, nos Estados Unidos, apontou que a apigenina foi capaz de modular o ciclo de progressão de específicas células cancerígenas e também diminuiu o número de células afetadas, impedindo a propagação da doença e facilitando seu tratamento.

Proteção contra os raios solares
Além dos benefícios já citados, a apigenina também se mostrou eficiente contra a radiação ultravioleta e a luz visível (toda a luz que enxergamos a olho nu, incluindo a das lâmpadas artificiais, do computador e de telas de tablets e smartphones, por exemplo).

De acordo com os estudos, a substância minimiza os impactos dos danos causados por essas radiações, protegendo o DNA da pele e regulando o processo de fotoenvelhecimento.

 

De forma simplificada, então, podemos dizer que alguns dos principais benefícios da apigenina são:

1. Potente ação quimiopreventiva
2. Efeito ansiolítico
3. Melhora a memória
4. Protege os neurônios dos radicais livres
5. Combate a neuroinflamação
6. Protege o sistema nervoso central
7. Atrasa o início das desordens degenerativas
8. Interfere no fator de crescimento das células cancerígenas
9. Minimiza os impactos da radiação ultravioleta
10. Protege a pele na luz visível

______

Se você é farmacêutico ou prescritor e se interessou pelos benefícios da apigenina, nós comercializamos a versão sintetizada da substância. Entre em contato com nossos vendedores e saiba mais.

Deixe seu comentário!



Publicado em:

novembro 8, 2017

Compartilhar

Endereço:

Av. Jabaquara 1771 – Saúde

São Paulo / SP

Telefone / Fax: +55 (11) 4671-9200

Telefone: 0800 940 3210

E-mail: [email protected]

%d blogueiros gostam disto: